SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

sexta-feira, 20 de março de 2009

Hiperbólico


A língua que falara mil palavras cálidas

Num minuto a sintaxe emudecera

Porque o tempo qual um furacão

Arrebatara o discurso mais-que-perfeito


Mas os rabiscos (ainda frescos)

Continuam lá

Como a fuzilar

A conjugar o seu passado


Num mar de pedras

Um depósito de verbos transitivos:

Eu morreria por você

Assistiria a minha morte


Palavra navalha a cortar-lhe a alma

E a folha virgem

(Em silêncio)

Ainda espera... (Céu & Mar)

2 comentários:

Alisson da Hora disse...

Linda gramática...

beijos!

CÉU e MAR disse...

...ou formas traçadas ao fio da navalha...