SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

sexta-feira, 27 de março de 2009

JEJUM


Águas perenes, mornas sobre a superfície

Meu verso reclama o teu silêncio

Rio de palavra, quebra o meu jejum!



Há tanto tempo te cortejo

Na madrugada batestes a minha porta

Inevitavelmente me ausentei

Os sonhos afogaram-me.



Mesmo assim, descestes sobre a minha pele

Escorrestes pelos meus dedos

E acordei.

Agora bebo o teu desejo

(o meu desejo)

Aprisionado em minha cama. (SELMA, 2007)

2 comentários:

Alisson da Hora disse...

os sonhos sempre são assim...faz com que a gente pense no jejum, no desjejum e no silêncio ao amanhecer...

beijo

OÓCIO disse...

Isso dá uma ressaca da gôta!
Estou de volta, Gafanhota...