SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Obra no CorelDraw (acho), by Adilson. Artista nato. Nem pedi licença, desculpe-me!


NUANCE DOS LOUCOS

Meus medos deixaram minha mente obscura

E se misturaram à inércia do nada

Soletrando cadenciosamente meus dilemas

Atravessei a garganta suja de palavras torpes

Ninguém ousou afastar a minha mão suja do limo,

Nem beber comigo o fel dos moribundos,

Ou riscar das paredes sujas o meu nome.

Eu venci sozinho o medo dos fantasmas vivos

E ganhei a liberdade dos loucos apaixonados.

3 comentários:

Poly Camêlo disse...

Nossa! Pra se ler várias vezes, e fazer muitas leituras: o medo nos entorpece, é verdade. Sem ação, resta-nos apenas pensar palavras sujas. Mas é isso mesmo, não é que ninguém ouse nos estender a mão: fomos nós quem escrevemos nosso nome em nossa história, precisamos então mudar ela sozinhos, vencer nossos medos, fantasmas vivos, como dizes. E aí, Ah! E aí! Aí sim ganhamos essa liberdade de que falas: a dos loucos apaixonados!
A imagem então, vinda do nosso artista nato, é ainda mais charme em suas palavras! Tudo isso, só pra dizer: lindo poema Linda! Beijo!

CÉU e MAR disse...

Nossa! Uma Doutora em Letras fazendo análise do meu humilde texto. Nem sabia que tu lias as minhas verborragias, rs...Valeu Poly! Fique à vontade, a "casa" é nossa...

Poly Camêlo disse...

rs... leio sim! leio tanta coisa mulher! fora que o que é indicado pelo Adim, eu leio mesmo! e seu blog tá lá, indicadíssimo pelo Oócio! Quando muda a imagem, e ela me atrai, eu clico lá. Beijo pra tu!