SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

terça-feira, 1 de setembro de 2009

UM POEMA À LUZ




Triste passagem pelo fosso das sátiras

Dos becos sem saídas que alardeiam risos sem bocas

De prisma sem luz incandescente, sem cor

Do poço solidão que grita e não se ouve o eco

Gargalhadas, gracejos, sombras,

suor e sangue velam o silêncio

Inconsciente atira-se sobre o próprio corpo

Já não era ele...

A mente aviltada pelas vísceras proeminentes do inteligível

Fomenta os dias de mito da caverna escura

Mas sob as palavras póstumas deitadas na parede áspera

Cansada das lamentações e dos grilhões

Afia um raio (ainda que fosco)

pela fresta do coração e grita um poema à luz:

Decide libertar-se das amarras.

Nenhum comentário: