SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

sexta-feira, 12 de março de 2010

CACOS DE VID(A)RO ADORMECIDOS - l


Pelo quarto uma luz de vidro agride a retina


Reflexos distorcidos do passado


Uma sombra desvia o olhar cabisbaixo


Sob as pálpebras o sono desce enquanto o sol fecha as cortinas


E o vento sussurra pela boca da noite uma brisa leve na janela


Tênue e sombrio o vulto abre os portões do cárcere frio


Antes cerrados convivendo com o silêncio duro de pedra


É o tempo que não para de juntar cacos de vid(a)ro adormecidos.


2 comentários:

Fabrício Santiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabrício Santiago disse...

obrigado, eu sempre vou comentar aqui pode deixar, adicionei vc na lista de favoritos.
grandes beijos