SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

domingo, 17 de maio de 2009

INAÇÃO


No subúrbio das almas frias perambulam risos frios
Mentes ociosas de invernos silenciosos
Crateras e abismos rasos
Sepulcros cobertos de estalactites
Um tapete sujo de flores duras forram a tumba
Escura da existência
Indigentes almas que morrem todos os dias
Que vivem na escuridão de dias enterrados
Porque mergulham no silêncio insólito
Onde até o coração mistura-se ao tique-taque do relógio
Num compasso irmão das almas
É mais um invólucro que perambula pelas ruas
E não se dá conta que já morreu
Bebendo o veneno de seus dias vagos e apáticos
As palavras-náusea vomitam monstros, fantasmas e pedras
Deixando rastros pelas calçadas da cidade escura
Um resto de alma alada que ainda tenta escapar
Invocando a alma da poesia.



2 comentários:

Alisson da Hora disse...

Vou dormir guardando essas belas imagens enfileiradas...

besos besos!

CÉU e MAR disse...

Poemas velam o sono...

kiss!