SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

domingo, 24 de maio de 2009

A LÍNGUA SEM PUDORES


A língua que penetra os espaços virgens

Maculando a brancura do verbo

Irrigando sulcos

Levando sementes ao espaço estéril

Fertilizando a terra fechada

Penetrará também os recantos

Noturnos, sombrios, secos

E deixará fluir um rio em seu ventre

Rio de palavras quentes

Nuas em seus afluentes

Corpus úmido em curso

Jorrará sua linguagem

No mar íntimo do papel.


Faz amor beijando a verve

Uma dama sem pudores

Procurada, não será encontrada em casa

Porque no espelho d’água

Refletiu a outra imagem

Estava fria e cansada

De ser dicionarizada.

Nenhum comentário: