SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que passarem por aqui. Fiquem à vontade para comentar, sugerir ou acompanhar esse democrático e rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

segunda-feira, 4 de maio de 2009

SANGUE FÉTIDO


Suave e gravemente
O seu ataque desesperado
Afaga e morde os lábios
Como em fúria dormente

Um gosto amargo na boca
Do beijo ainda recente
Solvente lavaria o céu
O céu arruinado de fel

Mas a arritmia cerrada
A veia ainda acelerada
Faz-lhe o gosto subir ao céu

E um escarlate sorriso amargo
Escorre do céu da boca:
Sangue fétido, paixão louca!


2 comentários:

Alisson da Hora disse...

Pó cheira a raio de sol,
mel bravo à liberdade,
boca de moça à violeta,
e o ouro não cheira a nada.
A reseda cheira à água,
amor à maçã rescende,
mas agora já sabemos-
só o sangue cheira a sangue...

Em vão o pretor romano
se lavava as palmas grossas
sob os gritos da plebe.
E a rainha da Escócia
debalde raspava as gotas
vermelhas da mão esguia
na penumbra sufocante
da real moradia.


Anna Akhmátova, Só o Sangue cheira a Sangue

CÉU e MAR disse...

Mui belo...