SEJAM BEM VINDOS!!

Fiz esse blog com incentivo de um amigo meu das letras. A princípio era mais uma brincadeira de escrever, mas aos poucos fui tomando gosto pela coisa, e hoje não consigo passar um dia sem "por os pés" aqui. Agradeço sinceramente os caros leitores que "pisarem" por aqui, também. Fiquem à vontade para comentar, sugerir, descer o cacete...rs, ou mesmo se tornar um "seguidor" desse democrático ou rabugento espaço (como queiram).

COMPARTILHANDO BLOGS

Olha quem acompanha esse blog:

sábado, 30 de maio de 2009

TEMPO DO VERBO

Ponte de ferro - Recife


Ontem
O silêncio estrondoso da madrugada inútil Acordou o íntimo velado pelas sombras mortas E ecoou no beco de uma rua sem saída Acalentou o cão vadio de noites vorazes Hoje O silêncio das palavras atormenta Porque as sombras se fazem muro no caminho Obstruem sua passagem Nem o grito agudo quebra a escuridão das palavras-vidro Amanhã O vento (quem sabe) romperá a barreira do silêncio Da rocha brotará palavras-água E voltaremos todos seguindo à sua sombra Pelas pontes e becos da cidade-luz.

Nenhum comentário: